O Museu Municipal Carlos Reis, em Torres Novas, possui nas suas coleções uma peça importantíssima a nível internacional, um pianoforte de Mathias Bostem que pertenceu a Carlos Reis. Por ocasião da celebração do aniversário do pintor no passado ano, promoveu-se uma sessão dedicada a este instrumento musical, explicando-se questões de mecanismo, funcionamento e importância histórica e museológica.

Afinal, o que é um pianoforte? O que define esta peça como um objeto de tamanha raridade?

Philippe Marques nasceu em 1991 em Lausanne, Suíça. Durante o seu percurso frequentou o Conservatório Regional Silva Marques, a Escola de Música do Conservatório Nacional e a Escola Superior de Música de Lisboa, onde terminou o Mestrado em Música com a máxima classificação. Já se apresentou como solista em Portugal, França, Brasil e EUA. Participa regularmente em recitais gravados pela Antena 2 e na sua discografia contam-se a integral das sonatas para piano de J. D. Bomtempo, num total de quatro discos, bem como um CD com obras de câmara de Ruy Coelho. Paralelamente, desenvolve actividade como professor de piano na Escola Artística de Música do Conservatório Nacional e na Escola Profissional da Metropolitana.

 O ciclo Conversas com Música no Museu é um conjunto de sessões que visam dinamizar, ao nível artístico e científico, o Museu Municipal Carlos Reis (Torres Novas).

Este ciclo é organizado e dinamizado cientificamente por Luzia Aurora Rocha, investigadora da Universidade NOVA de Lisboa (NOVA FCSH/CESEM) e consultora científica do Museu Municipal Carlos Reis (MMCR) e da Casa dos Patudos Museu de Alpiarça para as áreas da Música e Musicologia.

 
 
No passado dia 8 de junho realizou-se na aldeia da Pena a sessão de apresentação da Coroa do Espírito Santo, proveniente do Museu de Alenquer, no âmbito do projeto «Museu na Aldeia», um projeto de intervenção artística e social que interliga museus e comunidades por meio das artes, oferecendo uma programação cultural a públicos que não têm, normalmente, possibilidade de usufruir desta.
 
O projeto é direcionado a idosos ainda autónomos, com mais de 65 anos, dos 26 municípios integrados na Rede Cultura 2027, que vivem em ambientes rurais isolados e
demograficamente mais reduzidos, com difícil acesso aos equipamentos culturais.
 
Pelo seu valor e óbvia necessidade de condições de segurança e conservação, a Coroa não pôde ficar patente ao público na Pena, mas o "Museu na Aldeia" mantém em exposição no Centro Recreativo e Cultural da Pena e Casal da Pena, até 1 de agosto, todos os dias (aos domingos, o horário é das 14h30 às 20h00), uma fotografia representativa da peça e um painel explicativo do projeto e, concretamente, sobre este objeto. 
 
No Museu Municipal Carlos Reis também ficará patente ao público uma vitrine com as ofertas que os participantes no projeto fizeram ao Museu de Alenquer. Estas ofertas serão incorporadas na próxima fase de apresentação e visita desta comunidade aos espaços museológicos de Alenquer.
 
Notícias do projeto Museu na Aldeia!
Dia 29 de Julho, nova sessão com o Museu de Alenquer na Pena. 

 
Uma antiga cavalariça, situada no edifício da Escola Prática de Polícia em Torres Novas, não é apenas uma box (caixa) de cavalos, mas também de histórias.
As recordações da Escola Prática de Cavalaria e as lembranças dos tempos do Grupo de Artilharia Contra Aeronaves n.º 2, os anseios dos que partiam para a Guerra Colonial e a esperança dos que ficavam, misturam-se nesta box de fotografias e documentos que lembram tempos idos. E às memórias do passado, juntam-se, nesta caixa especial, as histórias da atual Escola Prática de Polícia, que se instala no grande edifício do quartel já em tempo de democracia.
Para alguns, as histórias desta box serão uma surpresa, mas, para muitos outros, entrar na box será o regresso a outras idades e vontades, será o volver aos braços dos companheiros dos dias passados na “escola” ou no quartel.»
 
Exposição "Box, uma caixa de histórias: da Escola Prática de Cavalaria à Escola Prática de Polícia" 
Iniciativa integrada no Volver-programação cultural em rede
Local: Escola Prática de Polícia de Torres Novas
21 DE MAIO A 31 DE OUTUBRO 2021
HORÁRIO – 15:00 – 18:00 | Sexta a Domingo
PÚBLICO-ALVO – Todos os públicos
Entrada gratuita
 

Calendário

Outros sites

Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes Ano Europeu do Património Cultural