TORREJANOS DA LIBERDADE
Continuamos o nosso trabalho de investigação sobre os presos políticos torrejanos, o que nos permite apresentar, hoje, mais um nome a adicionar à lista já conhecida.
MÁRIO MATA BRANCO (1896-1959)
Mário Mata Branco nasceu a 1 de dezembro de 1896 em Santa Maria, Torres Novas. Residente em Faro, onde exerceu as funções de escriturário do Banco do Algarve, fora iniciado na Maçonaria na Loja Gil Eanes n.º 413, naquela cidade, tendo adoptado o nome simbólico “Mário Neotorrejano”. Em 1933, terá aderido ao Partido Comunista Português, sendo preso nesse ano, libertado e novamente detido no ano seguinte para julgamento no Tribunal Militar Especial, tendo sido absolvido.
Em 1947, então residente em Lisboa, voltou a ser detido, passando pela Penitenciária de Lisboa e por Caxias, sendo amnistiado em 1950. Faleceu 27 de agosto de 1959.
FONTE: ARQUIVO NACIONAL DA TORRE DO TOMBO, REGISTO GERAL DE PRESOS e CADASTROS POLÍTICOS.

Calendário

Eventos

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.

Outros sites

Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes Ano Europeu do Património Cultural