“A coragem do General Humberto Delgado foi um legado sobre o qual outros puderam construir a nossa democracia, quando o próprio Delgado já tinha pagado o seu combate com a própria vida”, referiu o ministro da Cultura na cerimónia de abertura do Centro de Estudos Humberto Delgado, inserido naquela que foi a Casa onde o General nasceu em 1906.
Este Centro de Estudos, que se assume como um espaço sobre o Republicanismo e a oposição à ditadura portuguesa, tem também uma área de exposições temporárias e uma biblioteca temática.
A inauguração deste espaço acontece no dia em que o município de Torres Novas comemora os 833 anos da entrega do foral por D.Sancho I à cidade.
Iva Delgado, filha do General, marcou presença na cerimónia acompanhada pelos netos e bisnetos de Delgado. O momento musical esteve a cargo do @choralphydellius.
 

Decorreu no passado dia 28 de Setembro, no Museu das 2 Rodas, em Sangalhos, Anadia, a cerimónia de adesão de 25 novos aderentes da Rede de Turismo Industrial do Centro de Portugal, no qual se inclui o Município de Torres Novas.
A adesão foi formalizada com a assinatura de uma Declaração de Colaboração, entre a Turismo Centro de Portugal, os municípios e os parceiros da Rede de Turismo Industrial identificados no decorrer do ano de 2023. Esteve presente, em representação do Município de Torres Novas, a vereadora com o pelouro da cultura, Elvira Sequeira.
Com esta adesão, o Município compromete-se a corresponder aos princípios definidos para o estudo, conservação e divulgação de equipamentos de Património Industrial e a considerar os critérios estipulados no guia de boas práticas da Rede de Turismo Industrial.
A Rede de Turismo Industrial tem vindo a consolidar-se ao longo da última década através de uma oferta suportada, quer a visitas a fábricas em laboração, quer, como é o caso da Central do Caldeirão, a equipamentos museológicos ligados a antigos complexos industriais que proporcionam aos visitantes, experiências relacionadas com os processos de produção, ou com o seu passado histórico e cultural.
Créditos fotográficos: Turismo Centro de Portugal

No próximo dia 1 de outubro, comemoram-se em Torres Novas os 833 anos da atribuição do foral por D. Sancho I, que aconteceu em 1190.
As iniciativas do programa contarão com a presença do Ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva.
10h30 - Visita ao núcleo Museológico da Central Hidroelétrica do Caldeirão
11h30 - Inauguração da requalificação da Casa Humberto Delgado e abertura do CHUDE - Centro Humberto Delgado
16h00 - Apresentação pública da obra «Alegoria do Foral», do pintor Sam Abercromby na Sala de Sessões dos Paços do Concelho, no Convento do Carmo
Mais info: https://cm-torresnovas.pt/.../1676-comemoracoes-dos-833...

CHUDE-Centro Humberto Delgado // ABERTURA DOMINGO

O Centro Humberto Delgado-CHUDE resulta da requalificação da antiga Casa Memorial Humberto Delgado, inaugurada em 1996. O atual projeto, financiado no âmbito do PDR2020, inclui a casa onde nasceu Humberto Delgado, uma área de exposições temporárias e uma biblioteca temática dedicada não só à biografia de Humberto Delgado, mas também aos temas da história e da sociedade contemporâneas.

O CHUDE parte do legado de Humberto Delgado para se constituir como um espaço de consciencialização cívica e de estímulo ao pensamento crítico, pugnando pelos valores da Liberdade, da Tolerância e da Pluralidade, de divulgação e de memória da resistência à ditadura portuguesa e ainda como centro de estudos, ligado a universidades e a bibliotecas, arquivos e museus de temáticas congéneres. No âmbito da salvaguarda da memória, o CHUDE tem como missão a recolha e divulgação de fontes documentais relacionadas com Humberto Delgado, a oposição ao Estado Novo e o republicanismo, na freguesia e no concelho.

 

No próximo domingo, 1 de outubro, às 11h30, no Largo Humberto Delgado, no Boquilobo, realiza-se a cerimónia de inauguração das obras de reabilitação deste conjunto edificado e inaugura-se o CHUDE-Centro Humberto Delgado, com a presença do Sr. Ministro da Cultura. Este evento é aberto ao público.

No dia 1 de outubro, o CHUDE ficará aberto, em horário alargado, até às 19h30 (não fecha ao almoço).

O museu agradece a todas as pessoas que, de algum modo, de forma institucional ou individualmente, estiveram presentes nos processos de reabilitação do espaço da antiga Casa Memorial Humberto Delgado e do conceito museológico.

O Município de Torres Novas, através do Museu Municipal Carlos Reis , participa novamente nas Jornadas Europeias do Património de 2023, que têm lugar entre os dias 22 e 24 de setembro. Trata-se de uma iniciativa conjunta do Conselho da Europa e da Comissão Europeia. A organização em Portugal é da responsabilidade da Direção-Geral do Património Cultural.
Nesse sentido, no domingo, dia 24 de setembro, decorrerá na Praça do Peixe, a partir das 15 horas, uma visita comentada à exposição 100x100, pelo curador Rui Antunes. A entrada é livre.
As Jornadas Europeias do Património foram lançadas pelo Conselho da Europa em 1985, tendo-se juntado a União Europeia em 1999 para a criação de uma ação conjunta, que se tem mantido até aos dias de hoje. Em 2023 o tema é «Património Vivo», temática que pretende explorar as práticas, lugares e objetos que hoje fazem parte do nosso património cultural e têm sido transmitidos de geração em geração. Este é um património que se adapta, mas continua vivo, sendo constantemente recriado por comunidades e grupos e ajustado às paisagens e aos lugares que habitam (Programa das JEP 2023).

 

 

Calendário

Outros sites

Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes Ano Europeu do Património Cultural

A sua opinião conta