Em 1891, Carlos Reis encontrava-se em Paris como pensionista do Estado. Frequentava a École des Beaux Artes e os cursos oficiais de Bonnat, Le Blanc e Martinez onde estudava e trabalhava. Nos tempos livres, visitava museus, galerias, o Quartier Latin, e a vida boémia de Paris.

Como todos os bolseiros, enviava de Paris quadros que atestavam o seu aproveitamento. É o caso da obra “Depois da tempestade”, datada de 1891, que pertence à coleção da Academia Nacional de Belas-Artes.

 

Referência: «Carlos Reis», de Pedro Carlos Reis, edição de ACD Edições, 2006

Calendário

Eventos

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.

Outros sites

Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes Ano Europeu do Património Cultural