A boga-comum (Pseudochondrostoma polylepis) é uma espécie nativa de tamanho médio. Vive no rio Almonda, em zonas com corrente e com elevada cobertura ripícola.
A sua presença no Almonda surge registada na Memória Paroquial de Zibreira redigida por Manuel Antunes, cura da paróquia, em 21 de março de 1758, que dizia: “O peixe de que he mais abundante (o rio de Almonda), sam bogas, ruivacos, bordalos, e tambem tras quatro barbos, que deste sitio sam excelentes pella limpeza das agoas.”
Tem como ameaça a redução do habitat, com destruição das zonas de postura, e a poluição, bem como a extração de água do rio neste período estival.
Silva, Vasco Jorge Rosa da (2020) - «Serra de Aire em 1758», Nova Augusta, n.º 20, Torres Novas, Câmara Municipal de Torres Novas.
Cabral, João Alexandre, Paulo Travassos et al., «Habitats e biodiversidade na bacia do Almonda». Torres Novas: Município de Torres Novas, 2021, pp. 108-118.
(Imagem: op. cit, p.45.)

Calendário

Eventos

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.

Outros sites

Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes Ano Europeu do Património Cultural