Esta data comemorativa, pretende sensibilizar para a utilização das energias renováveis, e para a preservação dos recursos naturais, sendo igualmente, uma oportunidade de promoção das fontes de energias renováveis como é o caso da energia hídrica.

A utilização da água na produção de energia elétrica foi um processo iniciado na Europa, na década de 1880, com a conceção, desenvolvimento, e fabrico de um equipamento revolucionário, o gerador elétrico, do qual os primeiros exemplares foram implementados em Portugal sensivelmente uma década depois.

A região de Torres Novas, rica em recursos hídricos, desde muito cedo, logo após o aparecimento da hidroeletricidade, foi das primeiras a implementá-la através da ação e dinamismo da família Ferreira oriunda do norte do país (Famalicão), contando com o brilhante percurso do comerciante e industrial José Manuel Ferreira [Júnior], alicerçado e influenciado pelos conhecimentos técnicos do engenheiro Levita dos Santos, responsável pela produção elétrica da CP - Entroncamento. Estavam dados os primeiros passos para o arranque da indústria da produção de energia elétrica, distribuição e comercialização da eletricidade em Torres Novas, que viria décadas depois, a culminar, com a inauguração em 1940, da central hidroelétrica de Torres Novas.

O ciclo funcional de produção da central situou-se entre 1924 e 1984, e nele foram identificados e caracterizados os sistemas de aproveitamento hidroelétrico do Almonda e toda a maquinaria e equipamentos que integram a herança cultural e industrial da central.

Da importância do aproveitamento dos recursos hídricos, neste Dia Mundial da Energia lembramos o artigo “Ao correr da pena” do jornal “O Almonda” que destacava dos discursos oficiais de 1940 “o milagre” da central, “os grandes melhoramentos” conseguidos através da “consagração de valores locais” em especial a persistência de José Ferreira a quem a Empresa [EIAL, Empresa Industrial de Eletricidade do Almonda] deve o seu sucesso; Torres Novas “orgulhosa” pode afirmar que é uma das terras que melhor e mais segura energia tem (…).”

#centrahidroeletricadetorresnovas

#centraldocaldeirao

Cf. O Almonda, 13 de janeiro de 1940, nº 1068, pág. 1

Sineiro, J. Ribeiro (2010)

Calendário

Eventos

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.

Outros sites

Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes Ano Europeu do Património Cultural