Musealização da Central Hidroelétrica do Caldeirão – Torres Novas // Recolha de memórias e testemunhos dos trabalhadores

Uma das vertentes do trabalho que temos vindo a realizar para a musealização da central do Caldeirão é a recolha de testemunhos orais de antigos trabalhadores/as. Para fazermos a reconstituição dos processos de produção e das dinâmicas laborais temos procurado estabelecer os contactos possíveis com os trabalhadores da central que ainda nos podem contar as suas histórias dos tempos passados na Central. Chegámos aos nomes destas pessoas a partir dos dados existentes nos Livros de cadastro de Pessoal, patente no Arquivo Histórico Municipal de Torres Novas, parceiro essencial para esta etapa do trabalho museológico.

Desejando agradecer a todos/as quantos têm colaborado connosco nestas recolhas, memórias da sociedade e da vida económica torrejana, de uma época marcadamente industrial, ilustra esta publicação a mais recente entrevista realizada a um dos rostos da antiga central do Caldeirão, a D. Maria Luisa Cambé, a quem agradecemos, bem como à sua família e amigos, por nos terem recebido para uma conversa que fluiu, interessantíssima, e que nos transportou à Torres Novas dos anos setenta e oitenta…
“Mulheres eramos muito poucas e estávamos só no piso de cima, no atendimento onde era o escritório. Está a ver? Era ali a minha janela! Mas era uma camaradagem maravilhosa… entre todos…”
(Luisa Cambé, Lapas, 81 anos, escriturária-contabilidade)

Calendário

Outros sites

Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes Ano Europeu do Património Cultural