Na pintura “Vale de Colares”, Carlos Reis evidencia a sua faceta de paisagista. O quadro representa uma perspetiva “aérea” da paisagem a partir de um ponto de observação afastado.
Esta pintura foi adquirida pelo estado em 1915 e pertence ao espólio do Museu Nacional de Arte Contemporânea (mais conhecido por museu do Chiado - Lisboa), mas encontra-se em exposição permanente no Museu Municipal Carlos Reis, onde pode ser apreciada. Venha conhecer esta e outras obras do grande pintor naturalista, de segunda a sexta feira, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30. Aos sábados e domingos o museu está aberto entre as 14h00 e as 18h00.

 
A CAIXA DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO DE TORRES NOVAS
A Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Torres Novas foi fundada em 14 de dezembro de 1928, na sequência do antigo Sindicato Agrícola de Torres Novas, fundado em 1917. Os sindicatos agrícolas surgiram nos últimos anos da Monarquia Constitucional como modelo de organização dos proprietários agrícolas, atendendo à então recente legislação que regulava o associativismo operário.

Sabia que entre março e abril de 2012 decorreram intervenções arqueológicas no interior do Castelo de Torres Novas, onde foram escavadas 58 sepulturas?

Dessas sepulturas foram exumados 57 indivíduos, 37 adultos e 20 não-adultos.

Estes vestígios osteológicos humanos são de cronologia moderna, sendo apenas uma amostra, pertencente ao antigo Cemitério Municipal, inserido no Castelo de 1835 a 1938.

A amostra de indivíduos recuperados faz parte da coleção osteológica humana à guarda do Museu Municipal Carlos Reis. Os vestígios têm sido estudados por uma antropóloga biológica, Vitória Duarte e também têm servido de apoio a ações do serviço educativo.

Foto do cemitério cedida pelo Arquivo Municipal de Torres Novas.

Calendário

Eventos

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

Outros sites

Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes Ano Europeu do Património Cultural