Depois destes dias de encerramento pelas festividades natalícias, e tentando minimizar os impactos da pandemia, já reabrimos com o entusiasmo do costume. Na próximas duas semanas estaremos abertos de segunda a sexta-feira das 10:00 às 16:00, garantindo que se precisarem de nós e do nosso museu* para estudar, trabalhar ou para espairecer em família, aqui estamos com toda a segurança (e cumprindo todas as normas sanitárias em vigor) para vos receber.

Sigamos juntos rumo a 2022!
Até amanhã.

*museu, gruta de Lapas e Villa Cardilio; o castelo estará aberto todos os dias, exceto dia 31.

Na passada semana reinventámos Carlos Reis, coletivamente, com os/as fantásticos/as estudantes da Escola Chora Barroso (9º G) e com professores incríveis que nos inspiram sempre nestes dias de aprendizagens conjuntas. Obrigada à turma, às professoras Ana Rita (Teatro) e Paula (E.V.) e ao professor Paulo (História).

Musealização da Central Hidroelétrica do Caldeirão – Torres Novas // Recolha de memórias e testemunhos dos trabalhadores

Continuamos com a recolha de mais testemunhos orais de trabalhadores/as para conhecermos melhor o funcionamento da central, e as dinâmicas laborais e sociais. Neste caso o registo do testemunho de um funcionário do piquete de eletricistas da central, o Sr. José António Carolino:

" Fui trabalhar para a Central do Almonda como aprendiz de eletricista e ajudante apenas com 13 anos, fui admitido em março de 1967. Comecei por ajudar os eletricistas mais velhos e acompanhá-los, fiz de tudo um pouco na parte elétrica, desde a parte da instalação, à reparação de avarias, e até reparação de eletrodomésticos, tive sempre o interesse e o gosto em querer aprender mais.

Calendário

Eventos

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.

Outros sites

Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes Ano Europeu do Património Cultural