O Município de Torres Novas por ocasião das comemorações do 5 de outubro do presente ano tenciona inaugurar o Centro Humberto Delgado (CHUDE), na aldeia do Boquilobo, Torres Novas. Após algumas décadas de funcionamento como Casa Memorial, a casa onde nasceu Humberto Delgado está a ser requalificada para dar lugar a um centro de estudos sobre o republicanismo e a oposição à ditadura portuguesa, numa perspetiva que se acredita que venha a ser inovadora à escala nacional, tendo em conta a sua abordagem museológica.

No CHUDE, os visitantes terão contacto com vários suportes físicos e digitais dedicados ao percurso pessoal e político do General Humberto Delgado e dos republicanos e resistentes torrejanos, uma pequena biblioteca temática integrada no catálogo coletivo da Biblioteca Municipal, e um espaço de exposições temporárias que abrirá com uma exposição dedicada aos resistentes locais ao anterior regime.

O projeto tem o apoio do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia do ISCTE, Instituto Universitário de Lisboa, e em 2021 foi destingido com uma menção honrosa no âmbito da primeira edição do Prémio “Aristides de Sousa Mendes e outros salvadores portugueses – Holocausto, valores universais, humanismo e justiça”, promovido pela Direção-Geral das Autarquias Locais (DGAL).

O objetivo da intervenção em apreço é valorizar o património e a memória de Humberto Delgado e contribuir para a consciencialização cívica e estímulo do pensamento crítico da sociedade, pretendendo-se ainda que o CHUDE estabeleça parcerias com centros congéneres, em Portugal e noutros países, favorecendo uma rede de observatórios que pugne pela defesa dos valores da liberdade, da tolerância e da pluralidade.

O Museu de Torres Novas integra no seu acervo coleções relacionadas com a temática do CHUDE, como são as peças do espólio Maria Lamas, a bandeira do Sindicato dos Operários da Construção Civil, o Auto de Proclamação da República Portuguesa no concelho de Torres Novas, uma serigrafia da autoria de Leonel Moura representando o General Humberto Delgado, entre outros objetos diretamente ligados a Delgado ou associados aos temas do republicanismo, da resistência à ditadura de Salazar e ao 25 de Abril de 1974.