Museu Municipal Carlos Reis - Torres Novas

Bainha de Espada
Etnografia Africana

Home > Notícias > Ano Colaço no Museu Municipal Carlos Reis

Ano Colaço no Museu Municipal Carlos Reis

09-10-2018

Ano Colaço no Museu Municipal Carlos Reis

Inscrições gratuitas até dia 12 de outubro

No dia 20 de Outubro, o Museu Municipal Carlos Reis, em Torres Novas, recebe a iniciativa "Ano Colaço", no âmbito das comemorações dos 150 anos do nascimento do artista Jorge Colaço, com duas conferências e mostra de trabalhos de Jorge Colaço.

No ano em que se comemoram os 150 anos do nascimento do artista Jorge Colaço, um pouco por todo o país têm-se realizado actividades diversas promovidas pelo Museu Nacional do Azulejo, pelo Município de Loures e o Museu de Cerâmica de Sacavém, pela Fundação Marques da Silva e pela CP-Comboios de Portugal, instituições marcadas pela presença da obra de Jorge Colaço nas suas colecções. O Município de Torres Novas, através do Museu Municipal Carlos Reis, junta-se agora a estas comemorações, a propósito dos trabalhos do artista existentes em Torres Novas, cuja obra mais relevante é um imponente painel de azulejos na Rua de Gil Pais, virado para a Praça 5 de Outubro. Com estas iniciativas, as instituições envolvidas no "ano Colaço" pretendem criar momentos de debate, com conferências e exposições, para difundir e acrescentar conhecimento sobre o valor patrimonial da obra de Jorge Colaço.

Conceição Serôdio, Carlos Pereira e Carlos Luís, da equipa de estudo e gestão do acervo do Museu de Cerâmica de Sacavém/Câmara Municipal de Loures, trazem a conferência Um percurso documental sobre os azulejos artísticos de Jorge Colaço, produzidos na Fábrica de Loiça de Sacavém, entre 1904 e 1923.

Cláudia Emanuel, doutorada em Estudos do Património, apresenta e orienta a conferência Azulejaria de Jorge Colaço em Torres Novas: o painel de Gil Pais, após a qual conduz uma visita comentada ao Painel de Gil Pais em Torres Novas, situado na Rua de Gil Pais, virado para a Praça 5 de Outubro.

Jorge Colaço (1868-1942) realizou estudos artísticos em Madrid e Paris relacionando-se com os grandes artistas da época. Renovou a arte industrial do azulejo decorativo sendo o expoente máximo das grandes composições azulejares em Portugal: na estação de São Bento (no Porto), no Palácio Hotel do Bussaco, entre tantos outros, são conhecidos mais de 1000 painéis azulejares da sua autoria. Ele próprio afirma que o lema do seu trabalho é Portugal e desenvolve esta portugalidade de forma diversificada nomeadamente em cenas históricas, de carácter militar, cenas etnográficas (rurais e piscatórias), cenas religiosas, ou onde a sua criatividade o levasse.

A participação na iniciativa é gratuita, mas de inscrição obrigatória até ao dia 12 de Outubro, e pode ser realizada através dos seguintes contactos: tel.: 249 812 535 (3335) | museu.municipal@cm-torresnovas.pt 

 

Agenda

Newsletter

Arquivo de newsletters