Museu Municipal Carlos Reis - Torres Novas

Castanheiro Gigante
Carlos Reis

Home > Museu > História

História

História

 

Deve-se a Gustavo Pinto Lopes a iniciativa da fundação do Museu Municipal de Torres Novas, em 1933, embora tudo leve a crer que Artur Gonçalves tenha desempenhado relevante papel na concretização do projecto. Foi na sua sessão de 11 de Maio de 1933 que a Comissão Administrativa da Câmara Municipal deliberou criar um Museu regional, por proposta do seu Presidente, que foi encarregado ele próprio de dar andamento aos trabalhos preliminares da organização do museu. O Museu foi instalado na Capela de Nossa Senhora da Piedade, da Casa Mogo, e ali começaram a afluir objectos de interesse histórico e arqueológico, pinturas e curiosidades locais.

Logo se constatou das reduzidas dimensões do local, pelo que o acervo começou mais tarde a ser transferido para o edifício do Largo dos Combatentes.

Em 20 de Junho de 1937 proceder-se-ia à inauguração do Museu Municipal de Torres Novas, onde ficaria também a Biblioteca. Entre a fundação e a inauguração haviam decorrido 4 anos. Gustavo Pinto Lopes seria o primeiro conservador, nomeado para o cargo em 1935. Passados 7 anos, precisamente em 13 de Maio de 1942, a Câmara Municipal decidia atribuir o nome de Carlos Reis ao Museu Municipal, que voltaria de novo ao Largo do Salvador no início da década de 60, agora para o edifício de onde saíra a Escola Industrial, sessenta anos após a sua fundação (1933-1993) o Museu Municipal regressava à Casa Mogo, o seu local de origem.

O Museu Municipal Carlos Reis faz parte da Rede Portuguesa de Museus desde 2001.

Agenda

Destaque

Destaque do Mês

Mário Cesariny, Um Desmesurado Desejo de Amizade

Mário Cesariny, Um Desmesurado Desejo de Amizade

Exposição na celebração do 10º aniversário da morte de Mário Cesariny - 8 de Abril a 11 de Junho
ler mais

Notícia

12 coleções 12 peças de referência

01-08-2017

12 coleções 12 peças de referência

Histórias da história deste museu
ler mais

Newsletter

Arquivo de newsletters